Animais de estimação merecem atendimento apropriado

estimação

Adotar ou comprar um animal de estimação é uma responsabilidade muito grande e requer total atenção de seus cuidadores.

Há diversos procedimentos que devem ser adequados à vida diária de uma pessoa ou, até mesmo, da família inteira.

Muito comuns, os cães e gatos estão em diversos lares, casas, apartamentos, chácaras, sítios e fazendas. Mas, há outros animais que também fazem parte da convivência familiar, já que foram domesticados há muito tempo, como pássaros, peixes, tartarugas e jabutis.

Até mesmo coelhos, cobras, patos e gansos fazem parte de uma lista de animais mais exóticos, mas nem por isso menos amados.

Além de água, comida e um teto, é preciso ter alguns outros cuidados com animais, para que eles fiquem longe de qualquer tipo de perigo, como proteção contra chuva e sol, em um espaço adequado para que impeça que os bichinhos fujam para a rua e fiquem sozinhos.

Com isso, é possível evitar atrito com outros animais, atropelamentos, crias indesejadas e envenenamentos.

Animais de estimação têm atendimento especial

A ampliação do mercado pet, como é denominado a comercialização voltada aos animais de estimação, tem sido gradativa, em diversos setores da economia. Lojas especializadas oferecem diversos produtos e serviços, voltados para o mundo animal, que antes era muito difícil de encontrar.

Clínicas veterinárias também passaram a se adaptar ao crescente número de animais de estimação nos lares familiares, oferecendo tratamento em casos de doença, com exames laboratoriais veterinários sendo realizados em espaços adequados, com toda a estrutura necessária para um diagnóstico completo de toda a situação de um animal.

A visita ao veterinário é sempre uma forma de acompanhar o crescimento e a situação física de um bichinho de estimação.

As consultas devem ser realizadas preventivamente, para evitar doenças relacionadas à classe, raça ou tipo de animal que é cuidado pelos pais de pet.

Mudanças comportamentais e hábitos diferenciados, como recusa a comer ou beber água pode ser sinal de que há algo errado, e os sintomas e tratamentos podem ser realizados em uma clinica veterinaria 24 horas, disponíveis em diversas cidades do país.

A consulta médica veterinária pode indicar diferentes tratamentos, que são necessários desde o primeiro mês de vida, mais relacionados a cães e gatos, mas que podem ser adaptados a outros animais de estimação, como:

  • Vacinação para a prevenção contra doenças;
  • Tratamento contra parasitas, como pulgas e carrapatos;
  • Aplicação de vermífugos, contra parasitas intestinais;
  • Banhos e escovação dos pelos, quando houver.

Todos estes cuidados também são importantes para a vida dos humanos, já que há casos de doenças que são evitadas com o tratamento adequado de zoonoses.

Até mesmo a higienização bucal deve ser realizada nos animais, para evitar desde o mau hálito, que pode prejudicar a alimentação, além de evitar bactérias que podem ir para outros órgãos e causar lesões e doenças graves.

Diagnóstico pode ser realizado por ultrassonografia

Se o animal de estimação apresentar mudanças de comportamento, pode ser que seja necessário o uso de equipamentos especiais para verificar o que há de errado.

A ultrassonografia veterinaria pode identificar diferentes sintomas, sendo realizada em aparelhos tão comuns quanto os utilizados para tratamentos em humanos.

Os procedimentos antes e após o uso de um aparelho de raio-x é tranquilo. Animais mais agitados tendem a tomar um leve sedativo.

Para alguns cães de raças específicas, o uso da focinheira pode ser necessário, para não se machucar e nem causar um acidente com o profissionais que estão cuidando do seu tratamento.

As fêmeas costumam ficar prenhas e precisam de um cuidado maior, mesmo que a natureza animal seja instintiva.

Clínicas veterinárias costumam utilizar o ultrassom para cachorro para verificar se está tudo certo com os filhotes dentro da barriga, para que tenham um nascimento tranquilo e sem problemas antes, durante e após o parto.

Reabilitação animal com tratamento especializado

A alimentação dos animais, assim como dos humanos, deve ser balanceada e de acordo com as características da raça e do porte físico.

Muitos animais domésticos costumam comer sobras de alimentos, o que não é indicado pelos veterinários, já que causa obesidade no animal, além de outros problemas.

A fisioterapia para gatos pode ser uma solução apropriada para esses animais que ficam presos durante muito tempo dentro das residências e não conseguem gastar a energia acumulada adequadamente.

Outra forma de garantir uma qualidade de vida melhor para o animal, pensando na saúde e no bem-estar desses companheiros de todas as horas, sobretudo nos mais idosos, é realizar atividades físicas e exercícios por meio da fisioterapia para cachorro.

Os cuidados devidamente tomados, com um lar aconchegante, vai deixar a vida dos moradores mais feliz, alegre e divertida, transformando dias ruins em bons com uma lambida ou um ronronar no colo de alguém.